O mármore é a pedra para quem deseja imprimir sofisticação, requinte e bom gosto à decoração. Existem diversos tipos de mármore no mercado e cada um deles vai se encaixar melhor num estilo de casa do que no outro.

Principais características do mármore

O mármore é um tipo de rocha metamórfica, ou seja, derivada de uma outra rocha de calcário e que sofreu com altas temperaturas e pressão ao longo dos séculos. As maiores jazidas de mármore se encontram em regiões que, no passado, foram marcadas pela forte presença de atividade vulcânica.

Com o passar do tempo, a rocha passou a ser explorada e comercializada como símbolo de status e poder. Por muitos séculos, as pedras de mármore decoravam palácios e serviam como material para esculturas de grandes artistas. Os tempos mudaram e, agora, as maiores aplicações do mármore são na cozinha e no banheiro, especialmente em bancadas. Mas ainda é possível ver a pedra sendo utilizada como piso e revestimento.

O mármore também se popularizou, sendo utilizado de forma mais democrática, mas ainda assim, possui um custo mais alto que outros tipos de acabamento, como o granito, por exemplo.

A maioria dos mármores possui origem europeia, especialmente de países como Itália, Espanha e Grécia, mas também é possível encontrar mármores nacionais. Nesse caso, o preço da pedra reduz significativamente, ficando em pé de igualdade com alguns tipos de granito.

Diferenças entre mármore e granito

E por falar em granito, você sabe distinguir uma pedra da outra? A principal diferença entre eles, além do preço, é a aparência. O granito possui uma textura mais granulada e pontilhada, enquanto o mármore possui marcas que se assemelham a veios, além de ter uma coloração mais uniforme.

Outra diferença marcante entre as pedras é a resistência. O granito possui um grau de dureza maior que o mármore, tornando-o mais resistente. A porosidade também é uma diferença importante entre ambos. O mármore é mais poroso que o granito, isso significa que ele absorve mais umidade, sendo mais propicio a manchas e desgastes.

Tipos de acabamento para o mármore

O acabamento dado ao mármore muda de acordo com o local onde ele será colocado, isso garante a durabilidade e a beleza da pedra por mais tempo. Confira os acabamentos mais utilizados para o mármore:

  • Polimento: Quer garantir um brilho extra para o seu mármore? Então, o polimento é o acabamento certo, já que garante brilho a superfície. Contudo, não é indicado para áreas molhadas, especialmente locais externos, pois a pedra tende a ficar muito lisa.
  • Bruto: Caso prefira o aspecto natural da pedra, pode optar por deixar o mármore em seu estado bruto, do jeitinho que foi encontrado na natureza.
  • Jateado: Esse acabamento é o indicado para uso do mármore em áreas externas, já que o jateamento cria uma camada áspera sobre a pedra deixando-a menos lisa.
  • Levigado: Acabamento que confere ao mármore um aspecto liso, porém sem brilho, por meio do processo de lixamento.
  • Cristalização: Se a intenção é usar o mármore como piso, então a dica é passá-lo pelo processo de cristalização. Esse acabamento cria uma película sobre a pedra, tornando-a mais resistente e durável.
  • Resinado: Para locais úmidos, como banheiros e cozinhas, o ideal é que o mármore seja resinado. Esse acabamento consiste na aplicação de resina liquida sobre a pedra que depois é lustrada. Assim, as fissuras e a porosidade natural do mármore são fechadas, evitando que ele venha a manchar com o tempo.