a

Zona Sul SP

Zona Sul Portal JE

[ratings]

Isolamento social dispara vendas de piscinas e pequenas reformas

Isolamento social dispara vendas de piscinas e pequenas reformas

Famílias têm apostado em compras de piscinas e pequenas reformas. A iGUi, líder mundial em fabricação de piscinas de fibra de vidro, cresceu 215% somente em agosto

O isolamento social tem impulsionado o crescimento de vários setores, entre eles, o de Casa e Construção. Segundo a ABF – Associação Brasileira de Franchising – pela primeira vez, desde o início da pandemia, o setor voltou a registrar bons índices no faturamento, com uma alta de 36% no último mês de julho em relação ao mesmo período do ano passado. Nessa mesma linha de evolução, a rede de franquias iGUi, líder mundial em fabricação de piscinas de poliéster reforçado com fibra de vidro (PRFV), apontou um elevado índice de vendas em agosto, exatos 215% a mais do que igual mês de 2019.

Segundo Filipe Sisson, CEO e fundador da iGUi, foi o melhor mês de agosto da história da rede, que este ano completa 25 anos. “Precisei convencer os lojistas que dava para continuar trabalhando e que a venda por telefone era segura. Sugeri que agendassem reuniões online e, dessa forma, mantivessem a segurança por conta do coronavírus. Além disso, a compra da piscina não é algo que se fecha no primeiro contato. O cliente está comprando um sonho e isso precisa ser amadurecido. Mesmo com as lojas fechadas, poderíamos tranquilamente continuar fomentando o varejo”, diz.

Ainda segundo o executivo, o marketing digital foi transformador para o dia a dia dos franqueados. “Percebemos que o nosso público-alvo estava conectado com as redes sociais e impulsionar a mudança de mindset dos franqueados passou a ser a nossa missão. Por meio da UniGUi – Universidade da piscina – capacitamos os lojistas para as vendas online. Eles perceberam que o e-commerce tinha muito mais a oferecer do que podiam imaginar”, conclui.

De acordo com o balanço da franqueadora, até março, as vendas ainda estavam alinhadas com o ano de 2019. Em março, o faturamento caiu 20% devido à pandemia. A recuperação começou em maio, seguida de junho, com um crescimento de 54%, julho com 123% e agosto com o maior número, de 215%.

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.