a

Zona Sul SP

Zona Sul Portal JE

[ratings]

Projeto oferece atendimento gratuito de psicólogos e psicoterapeutas para educadores na pandemia

Projeto oferece atendimento gratuito de psicólogos e psicoterapeutas para educadores na pandemia

Se evitar a evasão escolar já era uma preocupação dos professores, em tempos de pandemia ela se tornou ainda mais presente. Dar suporte aos professores neste momento tão desafiador é a proposta do projeto “Apoio Emocional”, realizado pela Quero na Escola, com apoio da Fundação SM.

Educadores que queiram uma escuta profissional ou ajuda para lidar com as angústias de seus estudantes podem se cadastrar para receber atendimento voluntário, gratuito e online. Psicólogos e psicoteraupeutas estão sendo convidados a participar desta ação que reconhece o esforço das professoras e professores e valoriza a saúde emocional como necessidade para a educação no contexto da pandemia.

A diretora da Fundação SM, Pilar Lacerda, ex-secretária Nacional de Educação Básica, enfatiza que a pandemia provocou uma grande ruptura em toda lógica de funcionamento do sistema escolar. “Crianças, adolescentes, jovens, suas famílias, mas principalmente os educadores, sofreram uma imensa transformação em suas rotinas, hábitos e maneiras de trabalhar. Muitos educadores têm reclamado de angústia, cansaço, solidão. Toda a comunidade escolar anda precisando de apoio e escuta”

Pelo site do Apoio Emocional ( queronaescola.com. br / apoioemocional ) educadores se inscrevem para pedir uma escuta para si, uma roda online com os alunos, uma aula sobre como abordar o tema ou o que acharem que precisam. Desde o lançamento do projeto, no último mês, já foram atendidos 350 professores e 138 estudantes diretamente.

Diferentes pesquisas apontam a fragilização da Saúde Emocional na Educação durante a pandemia. A pesquisa “Juventude e a Pandemia do Coronavírus”, do Conselho Nacional de Juventude, apontou que a saúde emocional piorou para 70% dos mais de 30 mil estudantes consultados. Já a pesquisa “Educação escolar em tempos de pandemia na visão de professoras/es da Educação Básica”, da Fundação Carlos Chagas, mostra que o trabalho aumentou para 65% dos educadores e metade está com mais ansiedade e dificuldade emocional do que antes da pandemia.

Sobre a Fundação SM

Criada em 1977, com o intuito de devolver à sociedade os benefícios gerados pela SM Educação, a Fundação SM tem a missão de contribuir para o desenvolvimento integral dos indivíduos por meio da Educação. Nesse sentido, trabalha para fortalecer a educação pública, de forma colaborativa com os governos municipais, estaduais e federal, organismos internacionais, organizações da sociedade civil, institutos e fundações.

Sobre o Quero na Escola

Projeto que usa a tecnologia para ouvir as demandas dos estudantes por aprendizados, além do currículo obrigatório. O Quero na Escola é uma associação sem fins lucrativos que conecta voluntários para atender às solicitações dentro das próprias escolas públicas.

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.